quarta-feira, 23 de julho de 2014

O "Não Perdão" quando se erra

Eu não me perdoo quando erro, não estou a falar de um simples erro de julgamento, de leitura ou de opinião.
Não me perdoo quando erro no meu tabalho, em algo importante, algo que, talvez com mais atenção, não teria comitido.
Sou a maior critica de mim mesma, consigo ser implacável comigo, de uma faorma, que mais ninguém é.
Ontem foi um desses dias, dei-me conta de um erro, um erro que não0 punha em causa a saúde de ninguém mas poderia prejudicar, de uma forma ou de outra, a empresa onde trabalho, a minha empresa, a empresa da família.
Todos me disseram" só não erra quem não faz" mas eu não, eu disse a mim propria que o erro era indescupável e martirizei-me o resto do dia ao ponto de não dormir, praticamente nada durante a noite.

Chego de manhã e parte do erro já foi resolvido.

Aparece algum alívio mas no meu sub-consciente eu continuo a pensar, para a próxima vez vais rectificar 10 vezes aquilo que escreves para não voltar a acontecer.

E vocês também são as maiores crticas de vós proprias ao ponto de serem as proprias a tirarem de vocês, o amor próprio?

2 comentários:

Panda disse...

Oh como eu te compreendo!
Many sleepless nights, à pala de erros mínimos...

Cris Crafts disse...

Sou mesmo assim, detesto cometer erros assim e sinto-me tão mal, culpabilizo-me tanto!!!