domingo, 13 de janeiro de 2013

Porque ajudar não custa! Ajudem esta família

Recebi este e-mail da minha querida Turista e não podia deixar de divulgar.

Se poderem ajudem, não custa nada.

Texto da Belle du Jour:


"...Ontem em conversa com a nossa querida Turista Acidental tive conhecimento de uma família blogosférica, uma Mãe com 3 filhos rapazes -  6 anos, 11 anos e 16 anos  - que se encontram a viver sérias dificuldades. O único sustento das crianças é a Mãe, com a ajuda possível da Avó, pois o Pai é praticamente ausente.

Não consigo sequer imaginar a aflição de uma mãe de querer dar de comer, de querer aquecer um filho e não poder. Só de imaginar parte-se-me o coração e rezo a Deus todos os dias para que o meu filho nunca viva uma situação dessas.

Esta família está a pedir ajuda! Não são brinquedos, playstations ou bens perecíveis. Esta Mãe está a pedir apenas que quem possa a ajude com alguma roupa para os miúdos. Roupa dos nossos filhos que já não sirvam.
Grande parte de nós somos mães e temos filhos nestas idades. Uma encomenda de correio verde, por exemplo, até 0.5kg custa 1,85€. Em correio normal custará menos.

Este fim-de-semana vou escolher algumas roupas do António (tem 7 anos), que estejam em condições, porque podemos ser pobres mas nunca devemos perder a dignidade, e por de lado para remeter por correio no inicio da semana que vem.

Não pensem que falo isto de ânimo leve, ou para parecer bem, "ahh e tal a solidariedade está na moda, fica bem, conversas de treta". Nada disso! Quem pensar uma coisa dessas não presta para nada e pode ir bem "cagar à mata!"

Cada vez teremos mais apelos destes. Felizes aqueles que conseguem deitar a cabeça na almofada quando podem ajudar e não o fazem!

O nosso país está a enfrentar sérias dificuldades económicas e estamos a atingir níveis de pobreza extremos. Sempre fomos remediados, mas nunca pobres ou miseráveis. Finalmente chegamos lá!

O pedido de ajuda veio através de uma conversa normal com a avó. A mãe não tem internet... Se alguém puder ajudar, envie-me um email para adeliaasousa@sapo.pt.

Obrigado! :)"

E eu acrescento: produtos alimentares também são bem vindos, pois na semana passada esta mãe andou 3 dias a água (sem conhecimento da avó), porque a dignidade é a última coisa a perder a par da esperança, para que a alimentação não faltasse aos filhos!
Qualquer esclarecimeto adicional, podem enviar-me email para:  manuelacolaco59@gmail.com

1 comentário:

Baú da Nezita disse...

Estas situações são cada vez mais reais. Dou expressão musical em duas escolas e ando sempre com pacotes de bolachas atrás porque por vezes os meninos não têm lanche, porque apenas levaram o da manhã. É de partir o coração. :|